terça-feira, 28 de maio de 2013

Minha saga de peso nos últimos 2 meses!

Hoje vim contar o motivo dessa aumento de peso repentino.
 

Após a gravidez eu eliminei quase 13 kgs em 40 dias. Foi um emagrecimento rápido, porém nada saudável. Ficava sem comer várias horas, pois minha bebê era bem agitada e não conseguia preparar nada para consumir. E quando sentava para comer, ela chorava e tinha que largar tudo no prato e ir  atendê-la.

O sono era bem desregrado. Tinha dia que dormia apenas 2 horas por noite e durante o dia tinha que dar conta de tudo, já que tenho um filho de 10 anos em fase escolar.

Por não ter a melhor alimentação e o devido descanso, comprometi a fabricação de leite. O que piorou ainda mais a situação, já que minha bebê chorava de fome e eu ficava ansiosa para ela conseguir mamar o suficiente.

Fui na primeira consulta e a médica já foi falando que ela não tinha ganhado o peso devido (ela estava com 3.1 kgs) e que eu teria que suplementar com leite em pó.  Isso não estava nos meus planos... eu sabia que tudo iria se encaixar e eu iria produzir o leite necessário para deixá-la saciada.

Todos os dias essa dúvida pairava minha cabeça: será que estou matando minha filha de fome? Será que o melhor seria dar a suplementação? Mesmo sabendo que meu leite estava aumentando e ela ficando mais tranquila.

Não foi fácil ouvir os palpites maldosos de algumas pessoas próximas, dando dicas e mais dicas de como "engrossar" o leite e deixá-lo mais "forte". Muitas vezes chorava nas madrugadas a fio, pois parecia que eu era a única que acreditava que tudo iria fluir.

Minha filha chorava muito, era inquieta e não dormia à tarde. Foi uma adaptação muito atribulada ao mundo exterior. Dormia apenas 6 horas por dia º.º Isso mesmo, 6 horas ao longo do dia! Quando um bebê "normal" dorme cerca de 22 horas º.º

Nesta loucura toda, tinha que estudar com meu filho e dar atenção, tinha que produzir leite, adaptar a minha filha, cuidar do marido (ele ajudava como podia, mas trabalha D+ e fica quase o dia todo fora), cuidar do meu pastor alemão e ainda cuidar dos afazeres domésticos e culinários.

Na segunda consulta ela já tinha ganhado mais peso do que era esperado, mas mesmo assim a médica me azucrinou com o papo de suplementação. Ela estava com 3.940 kgs. Ela pediu para eu amamentar na frente dela para ver se a bebê abocanhava direitinho o seio. Apertei o bico para ela ver que realmente saia leite e foi tão bom que até espirrou leite pra todo lado kkk

Saí da consulta com a indicação dos leites que teria que dar para a Anne. Aquele dia parecia não ter fim, meio à toda ansiedade e dúvida de qual caminho seguir. Sabia que se escolhesse a suplementação não teria como voltar atrás, já que minha filha escolheria a opção de leite mais fácil: a mamadeira.

Resolvi insistir com o leite materno e melhorar a minha ingestão de calorias. Aumentei significamente a ingestão de itens calóricos e não liguei para os kgs que via na balança. Resultado: tenho muito leite agora! A Anne está com 5.1 kgs e cada dia mais tranquila e cheia de dobrinhas. Já dorme à noite por cerca de 6 horas seguidas. Sorri, brinca, assisti televisão e encanta todos nós. Continua não dormindo à tarde, apenas cochila, mas isso faz parte da personalidade dela.

Daqui à 2 semanas terei consulta com a pediatra e tenho certeza que ela se espantará com a evolução da minha bebê. Sei que não foi fácil, mas eu venci. Sabia que a melhor opção era o leite materno e segui, mesmo sacrificando meu emagrecimento naquele momento.

Acumulei 7 kgs neste período, mas afirmo que valeu a pena. Minha filha mereceu este sacrifício e vê-la saudável hoje é meu melhor presente. Hoje não sinto medo de "secar" o leite se eu voltar a emagrecer. Já sinto um alívio em poder voltar para a minha alimentação balanceada e com itens mais light´s.

Só terei que controlar os resquícios de ansiedade que sobrou deste período e adaptar o meu organismo aos meus novos hábitos.

 
Alguém tem dúvida que eu conseguirei mais esta vitória? Eu acredito...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nesta caminhada de sucesso o incentivo de vocês é muito bem vindo.

Agradeço cada comentário e desejo que voltem sempre!